Publicidade
Rádio Kairos - A rádio da família
    Santos tem prejuízo financeiro depois de reação de torcedores

    Santos tem prejuízo financeiro depois de reação de torcedores

    Depois da confusão dos torcedores santistas no jogo contra o Independiente, o clube vai ter de arcar com os custos de conserto do estádio do Pacaembu.

    A reação dos santistas durante a partida contra o Independiente pelas oitavas da Libertadores, na última terça-feira (28), vai trazer prejuízo também financeiro para o Santos. A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer soltou uma nota oficial com tudo o que foi danificado pelos torcedores. Quem paga o conserto? O clube!

    De acordo com Eduardo Cappelline, diretor do Pacaembu, cerca de cem cadeiras foram danificadas. Além de torneiras, sifões quebrados e portões amassados e quebrados.

    "Na madrugada, a equipe do Pacaembu fez uma vistoria e pelos cálculos prévios 60 cadeiras foram quebradas totalmente. Os portões não foram muito danificados. O mais prejudicado foi o da praça Charles Muller, que dá acesso ao campo. Não conseguiram quebrar a trava, mas amassaram muito", explicou Eduardo.

    Na próxima quinta-feira um representante do Santos vai ao estádio fazer uma vistoria final do Pacaembu. A partir daí, será fechado valor final que o clube terá de pagar.

    O próximo evento importante que acontecerá no estádio vai ser a partida Santos e Grêmio, pelo Campeonato Brasileiro, no 6 de setembro.

    "Mesmo sem a vistoria conjunta já pedimos para os nossos fornecedores começarem os consertos. Temos algumas cadeiras reservas. 95% dos danos já estarão resolvidos e conseguiremos receber a partida sem problemas", afirma o diretor do estádio.

    Conmebol

    O jogo vai ser avaliado pelo Tribunal de Disciplina da Conmebol. A entidade soltou um comunicado oficial e informou que depois vai anunciar a resolução.

    Comunicado oficial Conmebol

    O jogo disputado no dia 28 de agosto de 2018 entre os times Santos Futebol Clube e Clube Atlético Independiente, que teve como palco o estádio do Pacaembu, foi suspenso pelo árbitro Julio Bascuñan (CHI) em comum acordo com o delegado do jogo e com o oficial de segurança da Conmebol no minuto 81, com o marcador 0 a 0, por não contar com as garantias mínimas para assegurar a segurança e integridade física dos jogadores, oficiais, árbitros e público em geral.

    Por tanto, o caso será submetido ao Tribunal de Disciplina da Conmebol para estudo, consideração e posterior resolução.

    Comunicado oficial Secretaria Municipal de Esportes e Lazer de São Paulo

    A Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (SEME) lamenta profundamente o que aconteceu na noite de ontem nas arquibancadas do Estádio do Pacaembu durante a realização da partida entre as equipes do Santos e Independiente (ARG) e informa que fez um levantamento parcial sobre as depredações ocorridas na partida válida pela Copa Libertadores da América.

    Foram destruídas mais de 60 cadeiras do setor laranja da arquibancada, parte dos alambrados foram amassados, os banheiros tiveram as torneiras quebradas, bem como alguns banheiros químicos, que são locados, foram vandalizados. Também foi constatado que parte do gramado sofreu avarias devido aos artefatos jogados antes da partida ser interrompida. Ainda hoje será feito um levantamento mais apurado e a contabilidade de todos os prejuízos será enviada à diretoria do Santos Futebol Clube.

    Fonte: https://esportes.r7.com/futebol/santos-tem-prejuizo-financeiro-depois-de-reacao-de-torcedores-29082018

    Da Redação Multimídia
    Departamento de Jornalismo (com informações: R7)
    Kairós FM