Publicidade
Rádio Kairos - A rádio da família
    Papa chega à Letônia e se encontra com autoridades do país.

    Papa chega à Letônia e se encontra com autoridades do país.

    Na Letônia, Santo Padre iniciou segunda etapa da viagem pelos países bálticos

    O Papa Francisco chegou à Letônia nesta segunda-feira, 24, na segunda etapa de sua viagem os países bálticos. Na chegada à capital Riga, Francisco foi acolhido pelo presidente do país, Raimonds V?jonis, pelo presidente da Conferência Episcopal, Dom J?nis Bulis, e pelo arcebispo de Riga, Dom Zbig?evs Stankevi?s.

    Encerrada a cerimônia de boas vindas no aeroporto, o Santo Padre seguiu para o Palácio Presidencial para a tradicional visita de cortesia ao presidente e o encontro com as autoridades, a sociedade civil e o corpo diplomático. Em seu primeiro discurso no país, o Papa recordou o passado de divisões e conflitos na Letônia, mas ressaltou como o país soube superá-los, tornando-se lugar de diálogo e convivência pacífica.

    Francisco também mencionou que o país celebra 100 anos de sua independência, um momento significativo para toda a sociedade. Ele falou de sua alegria ao saber que a Igreja Católica está no coração das raízes que constituem o país, em plena colaboração com outras igrejas cristãs. Isso mostra como é possível estabelecer comunhão nas diferenças, acrescentou.

    “Assim, podemos afirmar que todas as vezes que aprendemos, como pessoas e comunidades, a olhar para mais alto do que nós mesmos e os nossos interesses particulares, a compreensão e o compromisso recíprocos transformam-se em solidariedade; e esta, entendida no seu significado mais profundo e desafiador, torna-se um modo de construir a história, numa área onde os conflitos, as tensões e mesmo aqueles a quem seria possível considerar como contrapostos no passado, podem alcançar uma unidade multiforme que gera nova vida”.

    Essa celebração do centenário, segundo o Papa, recorda a importância de continuar a apostar na liberdade e na independência da Letônia, dom e tarefa para todos. “Trabalhar pela liberdade significa comprometer-se num desenvolvimento integral e integrante das pessoas e da comunidade. Se hoje podemos celebrá-lo é graças a muitos que abriram estradas, portas, futuro e vos deixaram em herança a mesma responsabilidade: abrir futuro tendo em vista que tudo esteja ao serviço da vida, gere vida”.

    O Papa frisou ainda para as autoridades que o desenvolvimento das comunidades não se realiza nem se mede apenas pela capacidade de bens e recursos, mas pelo desejo de gerar vida e criar futuro. E para isso, é preciso enraizamento no passado, criatividade no presente e esperança no amanhã.

    “Senhor Presidente, amigos todos! Começo aqui a minha peregrinação por esta terra, pedindo a Deus que continue a acompanhar, abençoar e fazer prosperar a obra das vossas mãos em prol desta nação”.

    Outras atividades

    Após o encontro com as autoridades, Papa Francisco visitou o Monumento da Liberdade, onde fez um breve momento de silêncio. Depois, seguiu para o encontro ecumênico na Catedral Rigas Doms, após o qual visitou a Catedral católica de São Tiago.

    O último compromisso do Papa nesta segunda-feira na Lituânia será a celebração da Santa Missa, que será transmitida ao vivo pela TV Canção Nova a partir das 10h30, pelo horário de Brasília.

    Fonte: https://noticias.cancaonova.com/especiais/pontificado/francisco/papa-chega-letonia-e-se-encontra-com-autoridades-pais/

    Da Redação Multimídia
    Departamento de Jornalismo (com informações: Canção Nova)
    Kairós FM