Notícias

Zé vê

O Vasco fez um jogo eletrizante contra o Atlético-MG, mas o 1 a 1 em São Januário não deixou Zé Ricardo contente. Com um novo empate, a equipe desperdiçou mais uma chance de entrar no G-7 (segue na 8ª posição, agora com 50 pontos). Para o treinador, o sentimento é de frustração, principalmente pelo nível de futebol apresentado no primeiro tempo.

 

- Sentimento de frustração, porque a gente fica alegre pelo que produzimos no primeiro tempo, mas o resultado passou longe do que a gente buscou. Enfrentamos uma grande equipe, o quarteto ofensivo é sempre perigoso. Jogo difícil. Vem a frustração, mas o misto de sentimento, porque conseguimos fazer no primeiro tempo um dos melhores que fizemos na competição toda, pelo menos enquanto estou aqui. Poderíamos ter aumentado a vantagem. Temos que descansar agora e buscar recuperar esses pontos que deixamos em casa, fora.

 

O Cruz-Maltino tem mais três rodadas para buscar uma vaga na Libertadores da América. No domingo, às 19h (de Brasília), o time encara o Atlético-PR, na Arena da Baixada.

Veja outros trechos da coletiva de Zé Ricardo:

Expectativa e realidade

 

Quando chegamos, o Vasco estava em 14º lugar. Só subiu na tabela. Essa perspectiva foi aumentando por culpa nossa, conseguimos fazer o resultado. Mas, logicamente, você cria expectativa e se frustra. Mas o grupo mostrou que pode jogar dentro e fora de casa com o mesmo rendimento.

 

Victor

 

Cumprimentei o Victor na saída. Ele veio na minha direção rindo. Falei para ele: “Hoje você foi mais São Victor do que nunca”. Fez partida fantástica, pelo menos três oportunidades ali. Não é à toa que é um goleiro selecionável.

Sofremos gols parecidos em saída de bola (Jean também falhou diante do São Paulo). Mas falar do Nenê... Ele já nos ajudou tanto, nos deu tantas vitórias. Nem conversei com ele, tenho certeza que ele está mais chateado do que todos. Temos que ver o jogo como um todo, não apenas um lance específico.

 

Evander

 

É um jogador que a gente conhece bem. Falávamos que o momento dele ia chegar. E chegou. Está aumentando a intensidade de jogo, que é o que todos cobrávamos dele. Devagarzinho, está se adaptando ao futebol profissional. Está muito à vontade, fez partida boa, mas saiu cansado. A gente acredita que a sequência vai dar experiência para que ele possa render cada vez mais.

 

Paulinho

 

Cobrança só fazemos a quem tem capacidade. Ele é promissor, assumiu muitas responsabilidades com apenas 17 anos. Hoje estava muito chateado no vestiário, só fui dar uma palavra de consolo. Não fugiu do jogo em momento algum. Isso é um aspecto importante. Não tem caça às bruxas nem vamos crucificar o garoto, porque o mais importante é que ele vem se desenvolvendo.

 

Luis Fabiano

 

Não tenho uma resposta. Sei que ele ia fazer outra bateria de exames. Se a diretoria e o departamento médico nos colocarem à disposição, a gente pensa em utilizar. Ele está muito chateado. Mas o primeiro lugar é a saúde. Tem que estar 100% para que possa terminar o ano bem e na sequência do contrato continuar ajudando a gente.

 

Fonte: https://globoesporte.globo.com/futebol/times/vasco/noticia/ze-ve-melhor-1-tempo-do-vasco-mas-define-empate-sentimento-de-frustracao.ghtml

 

Da Redação Multimídia

Departamento de Jornalismo (com informações: G1)
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Voz do Brasil com EBC das 19:00 às 20:00
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial