Notícias

Aplicativo vai ajudar consumidor a achar produtos mais baratos.

Um aplicativo gratuito para encontrar o menor preço dos produtos do varejo - de medicamentos e móveis - deve chegar ao Estado até o final do primeiro semestre de 2018. Além do menor preço por item, o usuário também vai poder consultar o endereço do estabelecimento que oferece o produto mais em conta para o bolso do consumidor do Espírito Santo.

Os preços serão atualizados em tempo real com base no valor do produto da Nota Fiscal de Consumidor Eletrônica (NFC-e). Toda vez que um estabelecimento emitir uma NFC-e, os dados dos produtos que estão descritos nela serão enviados automaticamente para o aplicativo.

 

De acordo com o secretário da Fazenda do Espírito Santo, Bruno Funchal, hoje o Estado emite mais de 2 milhões de NFC-e por mês. “Temos cerca de 3,2 mil estabelecimentos operando com a nota eletrônica no Espírito Santo. Hoje, a adesão do sistema ainda não é obrigatória, mas o cadastramento será obrigatório em 2018 e o número de empresas deve crescer em dez vezes”, explicou.

 

O aplicativo será desenvolvido com base em um modelo já existente no Paraná, o “Menor Preço Paraná”. Aqui no Estado, ele será chamado de “Menor Preço Espírito Santo”.

De acordo com a Secretaria de Estado da Fazenda, o Espírito Santo vai realizar testes para adequar a ferramenta paranaense. A expectativa é que até o final do primeiro semestre de 2018 o aplicativo esteja disponível. Mas o secretário da Fazenda revelou que é possível que ele comece a funcionar ainda este ano. “O prazo para que a gente consiga operacionalizar é de seis meses, mas é possível que ele comece operar até dezembro”, diz.

 

A ferramenta fará um comparativo de preços dos produtos entre os estabelecimentos cadastrados para apresentar aquele mais barato ao usuário. Qualquer usuário que tenha os sistemas iOS e Android poderá baixar gratuitamente o aplicativo na sua loja virtual.

 

Para descobrir o valor de um produto, será preciso que o usuário faça uma leitura do código de barras do produto que pretende pesquisar ou apenas digite o nome do item desejado no campo de busca do aplicativo.

Ele também fornecerá o mapa com a localização, o endereço e o trajeto até o estabelecimento escolhido pelo cliente. As informações são atualizadas em tempo real toda vez que uma nota fiscal for emitida por um estabelecimento.

O aplicativo ainda permitirá armazenar os dados de pesquisa dos produtos comprados e pesquisados pelo usuário, saber se o preço do produto é uma promoção ou não, fazer uma lista de itens e calcular o índice de inflação dos produtos.

 

BENEFÍCIOS 

 

Se para o consumidor o aplicativo vai ajudar a encontrar os melhores preços, para o governo o sistema vai possibilitar um aumento na arrecadação devido à elevação na emissão de notas ficais e do número de empresas usando o sistema.

“Vamos ter um controle muito mais próximo das operações que serão on-line e as pessoas vão querer participar desse aplicativo. Com isso, os proprietários de estabelecimentos precisarão ter a nota eletrônica para aparecer no sistema, isso tende a gerar uma redução de sonegação de impostos e maior arrecadação do governo”, avaliou.

 

 

Fonte: http://www.gazetaonline.com.br/noticias/economia/2017/10/aplicativo-vai-ajudar-consumidor-a-achar-produtos-mais-baratos-1014103844.html

Da Redação Multimídia
Departamento de Jornalismo (com informações: Gazeta Online)
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Bom dia Kairós 1°Edição com Gilson Meirelles das 07:30 às 09:00
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial