Notícias

Na onda da mãe, filha de Neymara Carvalho ganha destaque no bodyboard

A dedicação a cada onda, a paixão pelo esporte durante tantos anos e os cinco títulos mundiais não poderiam ter recompensa maior para Neymara Carvalho. Hoje, a bodyboarder de 41 anos vê a filha seguir os mesmos passos, ou melhor, as mesmas ondas: Luna Hardman, de 11 anos, chama atenção nos campeonatos estaduais e até já sente o sabor de subir no lugar mais alto do pódio.

No último fim de semana, inclusive, a pequena foi campeã, na categoria grommets, da segunda etapa do Campeonato Estadual de Bodyboard, no Pompéia, em Vila Velha. Disputando a etapa do Mundial em Sintra, em Portugal, Neymara teve que mandar vibrações positivas pelo celular. A bodyboarder acompanhou a filha, que agora é e líder absoluta do ranking capixaba na categoria, por video.

Como acompanhou a sua filha competindo?

Acompanhei ao vivo pelo Instagram, foi emocionante. Vi o 360°, que deu a ela a maior nota da bateria, fiquei orgulhosa. Ela estava um pouco apreensiva de competir, não queria. Falei que era para ir só se quisesse. Ela se empolgou na praia e competiu, deu tudo certo.

 

 

Neymara Carvalho e a filha Luna, de 11 anos

Neymara Carvalho e a filha Luna, de 11 anos
Foto: Marcelo Prest

 

 

E você deixa nas mãos dela a decisão de competir?

Eu vejo a competição para Luna como uma grande brincadeira, momento de lazer com as meninas da categoria. Publiquei nas redes sociais a vitória dela, fica todo mundo curtindo, fazendo a comparação de mãe e filha, mas tem muita onda a ser surfada pela frente, e vamos ver, ela está se divertindo e é isso que importa.

O que a Luna tem dentro d’água que parece com a sua personalidade?

Teve um campeonato que o mar estava grande, com correnteza e ela tinha muita garra, queria vencer. Tenho muito isso, carreguei anos da minha vida, conquistei tudo por conta dessa vontade.

Você ficou em nono lugar geral em Sintra. Como você avalia o resultado?

Essa etapa foi a mais importante do Circuito, valeu 4 mil pontos, então quem chegasse nas primeiras colocações estaria quase com uma mão na taça do Mundial. Infelizmente o mar estava bem grande, correnteza muito forte. Eu e minhas concorrentes na bateria não escutamos o sistema de som anunciando o início da bateria. Tive problemas e acabei não conseguindo passar.

 

 

 

Neymara Carvalho competindo

Neymara Carvalho competindo
Foto: Divulgação

 

 

 

Agora você tem mais duas etapas pela frente: Ilha da Madeira e Nazaré…

Já estou fora da disputa do título, mas não de terminar em uma boa colocação. Temos essas duas etapas pela frente, já que não vou participar na Ilha das Canárias. Participei no Chile, que ganhei e acumulei 2 mil pontos, tive esse nono lugar em Sintra, agora falta Ilha da Madeira e Nazaré. Todas as atletas contam seus três melhores resultados, então estou contando o Chile, Sintra e mais duas etapas para vencer e trocar resultado.

 


Fonte: www.gazetaonline.com.br

 

   

Da Redação Multimídia
Departamento de Jornalismo (com informações: )
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Clube do Ouvinte com Padre Patric e Rosy Oliveira das 18:00 às 18:30
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial