Notícias

Brasil começa mal, reage, mas é batido pela China após dramático tie-break

Meninas perdem os dois primeiros sets (20/25 e 12/25), empatam o jogo (25/20 e 25/23), chegam a ter dois match points, porém caem no fim pela Copa dos Campeões

 

Ting Zhu estava inspirada e fez a diferença no time chinês (Foto: FIVB / Divulgação)

Ting Zhu estava inspirada e fez a diferença no time chinês (Foto: FIVB / Divulgação)

 

 

Em uma partida sensacional e cheia de alternâncias, a seleção brasileira feminina de vôlei acabou derrotada pela China por 3 a 2 (20/25, 12/25, 25/20, 25/23 e 17/19) nesta quarta-feira em Tóquio, abrindo a segunda rodada da Copa dos Campeões de Vôlei. Depois de um início irreconhecível, o time comandado por José Roberto Guimarães se recuperou das quedas nos dois primeiros sets e levou o duelo para o tie-break. As meninas chegaram a ter dois macht points nas mãos (16/15 e 17/16)), porém perderam a parcial decisiva por 19/17.

Com folga na quarta-feira, a competição disputada no Japão volta com tudo na quinta. Em busca da reabilitação de sua segunda vitória (estreou batendo as russas), o Brasil duela com as anfitriãs a partir das 07h15 (horário de Brasília), encerrando a jornada que terá também EUA x Rússia e China x Coreia do Sul.

 

O jogo

 

As meninas reagiram com força, mas caíram no fim (Foto: FIVB / Divulgação)

As meninas reagiram com força, mas caíram no fim (Foto: FIVB / Divulgação)

 

Também vencedoras na rodada inaugural (superaram os Estados Unidos igualmente por 3 a 1), as chinesas mostraram sua força já no início do embate desta quarta. Muito equilibrado e com a tradicionalmente forte defesa, o selecionado oriental dominou as ações e fechou a primeira parcial por 25/20.

O segundo set, então, foi um vareio chinês. Com a seleção do Brasil sem conseguir se encontrar em quadra, a China massacrou, liquidando a fatura em impensáveis 25/12 (mesmo placar de uma das parciais do triunfo brasileiro sobre as russas na estreia.

Sob o risco de uma acachapante derrota, as meninas retornaram com tudo para o embate e reagiram de forma contundente. Mais ligadas, partiram para cima e se impuseram, fazendo 25/20 e voltando para o jogo em Tóquio.

 

A China venceu no detalhe (Foto: FIVB / Divulgação)

A China venceu no detalhe (Foto: FIVB / Divulgação)


Parecendo se reencontrar, o Brasil aumentou a pressão e começou melhor o quarto set. Aos poucos, porém, o ótimo time chinês igualou as ações e passou à frente (7/5 e depois 12/9). Seguindo na briga, a seleção nacional não deixava as rivais abrirem. Buscou o empate em 16/16, virou para 20/19 e venceu de forma sensacional a parcial por 25/23, levando a disputa para o tie-break.

As brasileiras iniciaram melhor a parcial decisiva, chegando a abrir distância. As orientais, entretanto, foram buscar, tornando o final emocionante. A China fez 15/14 e ficou a um ponto de fechar a partida. As meninas de Zé Roberto, no entanto, deram o troco, conseguiram 16/15 e 17/16, chegarando a dois match points, mas não conseguiram matar o jogo e acabaram perdendo o set por 19/17 e o duelo para as fortíssimas chinesas.

O Brasil começou com Roberta, Gabi, Bia, Natália, Tandara e Carol, além da líbero Gabi. Assim como no triunfo sobre a Rússia, Tandara foi a melhor anotadora brasileira (23 pontos). Pelos lados da China, destaque maior para a espetacular Ting Zhu e seus 33 pontos assinalados.


 

Da Redação Multimídia
Departamento de Jornalismo (com informações: )
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Clube do Ouvinte com Padre Patric e Rosy Oliveira das 18:00 às 18:30
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial