Notícias

Milton Mendes terá situação avaliada, e permanência é difícil

 

 

 

Cinco jogos sem vencer e perigosa aproximação com a zona de rebaixamento. O atual momento do Vasco complicou a situação de Milton Mendes no clube. O treinador, que teve mostras de apoio da diretoria nas últimas semanas, vai voltar de Salvador de maneira diferente. Ele se reunirá com a cúpula cruz-maltina nesta segunda-feira, num encontro de praxe após toda viagem. Sua permanência é difícil.


O Vasco chega ao Rio de Janeiro no início da tarde. O elenco terá folga e se reapresenta na terça. Até lá, São Januário estará movimentado. Parte dos dirigentes próximos a Eurico Miranda defende a troca de comando. Entretanto, há a preocupação em avaliar a situação sem precipitação e com respeito ao treinador. O certo é que, por mais que haja pressão, a decisão será do presidente cruz-maltino, que não viajou com a delegação.

 



Há a dúvida se Milton será capaz de recuperar o time tanto tática quanto psicologicamente. O desgaste do treinador com o elenco também é levado em consideração. O Campeonato Brasileiro vai parar por 15 dias após a próxima rodada, o que seria um tempo razoável para a chegada de outro treinador - e poderia estender a permanência de Milton até o jogo com o Fluminense, no próximo sábado.


Nomes começam a ser sugeridos à diretoria. A tendência, caso a saída de Milton seja confirmada, é de que o Vasco não busque nomes mais caros, de técnicos mais estabelecidos.


Milton mantém tranquilidade

Questionado sobre a pressão em seu trabalho, Milton mostrou tranquilidade em entrevista coletiva. Ele descartou a possibilidade de pedir demissão e afirmou que segue trabalhando para melhorar o time.

- Estou sempre tranquilo. Sei da pressão, do país em que vivemos. Mas o Vasco é um clube diferente. Sou um líder e sou lutador. Vou lutar sempre. Vou fazer tudo que estiver ao meu alcance até a hora que acharem que estou servindo. Se não, tranquilo também. Não penso nisso. Mesmo que perdesse 10, 15 jogos. Não sou eu que tenho que pensar nisso. Presidente sempre me deu estabilidade, tranquilidade. Não é por aí. Pressão começa a vir de fora para dentro – disse o treinador.

A atuação do Vasco contra o Bahia gerou críticas internamente. Isso se soma às recentes prestações do time, que caiu de rendimento e não vence há cinco rodadas – neste período, dois empates e três derrotas.

O Vasco ocupa a 16ª posição do Campeonato Brasileiro, com 25 pontos, dois a mais do que o primeiro time na zona de rebaixamento, o São Paulo. O próximo desafio é contra o Fluminense, no sábado, no Maracanã.

 

 

Da Redação Multimídia
Departamento de Jornalismo (com informações: )
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Boa Tarde Kairós com Rosy Oliveira das 14:00 às 15:00
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial