Notícias

Grupo de voluntários leva comida para moradores de rua em Jardim Camburi, ES

Um grupo de moradores de Jardim Camburi, em Vitória, cansado de ver a situação de moradores de rua, começou uma verdadeira corrente de solidariedade há um ano. Através do "Jardim Camburi do Bem", eles levam comida, roupas e cobertores a essa população.

Duas voluntárias são a maquiadora Ingride Hausser e a mãe dela, a cantora lírica Ignácia Nogueira. Na noite desta terça-feira (18), foram as duas que prepararam o cardápio que seria servido nas marmitas: macarrão com molho.

"Quando eu descobri esse grupo, através de indicação, eu abracei a causa. me sinto útil perante a vida", disse Ingride.

Além da ajuda, dona Ignácia aproveita o momento para ficar mais próxima da filha. Para as duas, é um trabalho que não pode deixar de ser feito. "É um trabalho muito bom, gratificante. Cansa um pouquinho, mas temos gás para fazer", falou Ignácia.

Os ingredientes e embalagens são doados por pessoas que participam direta ou indiretamente do projeto. Depois de embalarem as refeições, mãe e filha levaram as comidas até outras voluntárias. A ideia é de rotatividade, cada noite um ajuda um pouco.

A cerimonialista Michelle Trevizanni foi uma das voluntárias que saiu para distribuir as marmitas na noite desta terça. Ela disse que tem notado o aumento da população de rua no bairro e contou como o projeto começou.

"Surgiu em junho do ano passando, quando um casal de namorados saiu para jantar e percebeu moradores de rua na chuva. Eles resolveram postar a situação na internet, procurando amigos para ajudar a amenizar essa situação. Nos juntamos e criamos o grupo Jardim Camburi do Bem", contou.

A abordagem nas ruas é sempre feita com educação. Os voluntários oferecem as marmitas e conversam um pouco com os moradores de rua.

Um deles contou que quando não tem o que comer, costuma até procurar no lixo. Foram as drogas que o levaram a essa situação. "Dívida de tráfico, guerra de tráfico. Já que eu não posso ver minha família, resolvi ficar nas ruas", falou, sem se identificar.

Outra moradora que recebeu ajuda foi Viviane Rocha, que estava com o amigo Wesley. Ela contou que na hora do almoço teve que dividir uma marmita em três pessoas.

"No restaurante que dá a comida pra gente, quando sobra muito eles dão, mas hoje não foi um dia desses. Ainda tivemos sorte que sobrou uma pelo menos", contou.

Viviane está na rua desde os 12 anos de idade e hoje tem 29. Já Wesley, que tem 37, já está há sete em situação de rua. Ele contou que já chegou a passar dias sem comer e por isso acha o trabalho dos voluntários muito importante.

"Fez muito frio uns dias atrás, e eles deram coberta, lençol, roupas. Eles são muito importantes para as nossas vidas", finalizou Wesley.

 

Fonte: g1.globo.com/espirito-santo

 

Da Redação Multimídia
Departamento de Jornalismo (com informações: )
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Programação não definida
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial