Notícias

Serra aparece na lista das 30 cidades mais violentas do país

O município da Serra aparece na lista das 30 cidades mais violentas do país, divulgada nesta segunda-feira (5) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A cidade é a única do Espírito Santo e da região Sudeste do Brasil presente na lista.

 

A pesquisa considera apenas municípios com mais de 100 mil habitantes e leva em conta as cidades com maior taxa de homicídio em 2015. Serra aparece na 29ª posição, com 315 homicídios e 21 Mortes Violentas com Causa Indeterminada (MVCI) naquele ano.

 

A Prefeitura da Serra foi procurada pelo G1 mas não se manifestou, alegando que o tema deve ser tratado pela Secretaria de Estado da Segurança Pública (Sesp).

 

Sesp

 

 

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia, disse que, embora a Serra tenha aparecido na lista, ao longo do anos o município tem apresentado queda no ranking das cidades mais violentas.

 

“A Serra vem acompanhando um movimento que vem acontecendo no Estado inteiro, que é de redução nos indicadores de violência. Se a gente for avaliar, a Serra vem caindo, essas posições já foram menos privilegiadas”, disse.

Ele também explicou que uma série de elementos explica o alto índice de homicídios na cidade, como mostra a pesquisa.

 

“A Serra é o maior município da região metropolitana, teve um processo de urbanização recente, que resultou numa entrada brusca de pessoas de outros estados. Durante muitos anos, houve um cenário de desordem urbana. Há também a questão do tráfico de drogas, a convivência de micro lideranças em diversos ambientes, que eleva o percentual de atrito, devido à disputa pelos pontos. Temos mortes em função de dívidas, do comércio de drogas”, enumerou.

 

O secretário destacou a queda na taxa de homicídios no Estado em geral e atribuiu a conquista a projetos e ações que o governo vem desenvolve, como o Ocupação Social e a Escola Viva.

 

“Vamos continuar com as operações integradas, com foco na prisão de homicidas, e apostar na Ocupação Social como projeto de prevenção do governo por excelência, que vai sustentar a redução a longo prazo. E também na educação, com a Escola Viva”, disse.

 

 

2% dos municípios do país concentram metade dos homicídios

 

 

Segundo o levantamento, em 2015, apenas 111 cidades concentraram metade dos homicídios no país. Os habitantes desses locais representam 19,2% de toda a população brasileira. Outro dado que aponta desigualdade é que 10% dos municípios brasileiros, totalizando 557, concentram 76,5% do total de homicídios no país.

 

Entre as trinta cidades com maior taxa de homicídio em 2015, considerando apenas municípios com mais de 100 mil habitantes, dezoito são da região Nordeste. A Bahia se destaca como o estado com mais cidades entre as mais violentas, com nove na lista.

 

Outras quatro cidades são do Norte, quatro do Centro-Oeste, duas do Sul e uma do Sudeste.

 

 

Espírito Santo

 

De acordo com a pesquisa, a partir de 2013 o Espírito Santo saiu da lista dos cinco estados mais violentos do país (pela primeira vez desde 1980), ocupando em 2015 a 15ª posição nacional.

 

“Trata-se de um movimento de queda de homicídio que começou a ocorrer em 2010 e que ganhou força nos anos subsequentes com a implantação do Programa “Estado Presente”, lançado em 2011”, diz o estudo.

 

A pesquisa ainda revela que o Espírito Santo foi o estado com a maior queda na taxa de homicídios de 2010 a 2015 (-27,6%). A taxa de homicídios em 2015 foi de 36,9 %, com 1.450 homicídios.

 

 

Violência contra a mulher

 

A taxa de homicídio de mulheres no Espírito Santo foi a 5ª maior entre os estados em 2015 (6,9). A taxa, porém, é a menor já registrada no Estado desde 2005.

 

O Espírito Santo teve a maior taxa de morte de mulheres negras (9,2), seguido dos estados de Goiás (8,7), Mato Grosso (8,4) e Rondônia (8,2). Apenas sete Unidades da Federação lograram redução na taxa de mortalidade de mulheres negras por homicídio entre 2005 e 2015, sendo eles: São Paulo (-41,3%); Rio de Janeiro (-32,7%); Pernambuco (-25,8%); Paraná(-23,9%);

 

Amapá (-20%) ; Roraima (-16,6%); e Mato Grosso do Sul (-4,6%).

 

 

 

Fonte:  g1.globo.com

 


Da Redação Multimídia

Departamento de Jornalismo (com informações: )
Kairós FM 

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Boa Tarde kairós edição especial de Sábado com Rosy Oliveira das 14:00 às 17:00
  • 1 . Gusttavo Lima - Apelido Carinhoso
  • 2 . Jorge e Matheus - Contrato
  • 3 . Thiago Brava - Dona Maria
  • 4 . Thiaguinho - Só Vem
  • 5 . Matheus e Kauan - Tô Com Moral No Céu
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial