Notícias

Greve dos bancos fecha mais de 260 agências no Espírito Santo.

Bancários de todo o país deram início nesta terça-feira (6) a uma greve nacional por tempo indeterminado. No Espírito Santo, o movimento paralisou 261 agências. Eles pedem um reajuste salarial de 16%, aumento dos vale-alimentação, refeição, auxílio-educação, entre outras demandas, como melhores condições de trabalho e aumento do piso salarial.

Apesar dos serviços internos das agências bancárias estarem suspensos por tempo indeterminado, foi decidido em assembleia que os caixas de autoatendimento não serão afetados nem bloqueados pelos bancários.

Segundo a Federação Brasileira de   Bancos  (Febraban), os clientes poderão fazer saques, transferências e outras operações por canais alternativos de atendimento, como caixas eletrônicos, internet banking, aplicativos no celular (mobile banking), telefone, além de casas lotéricas, agências dos Correios, redes de supermercados e outros estabelecimentos credenciados. Essas serão as alternativas para driblar a greve.


Negociações

Depois de mais de 40 dias de negociações com os representantes dos bancos, a categoria cobra reajuste salarial de 16%, para repor a inflação e garantir aumento real de 5,7%. Também pedem melhores condições de trabalho e maior participação nos lucros.

A Federação Nacional dos   Bancos  (Fenaban), no entanto, ofereceu 5,5% de aumento salarial, afirmando que esse percentual está em linha com a expectativa de inflação média para os próximos 12 meses.

“Nossa avaliação em relação ao primeiro dia de greve é positiva, pois tivemos grande adesão dos trabalhadores, o que mostra a insatisfação com a proposta apresentada pela Fenaban”, afirma o coordenador do Sindicato dos Bancários do Espírito Santo, Jessé Alvarenga. Ele destaca que a tendência é o movimento grevista se fortalecer nos próximos dias.


Adesão

No primeiro dia da greve, 261 agências em todo o Espírito Santo foram afetas e ficaram fechadas, sendo 164 na Grande Vitória e 97 no interior.

Também estão fechados os prédios do Bandes, o Centro de Processamento de Dados do Banestes (CPD) e do Banco do Brasil da Pio XII, todos no Centro de Vitória, além de dez departamentos da Caixa Econômica.

“Nesta quarta-feira (7), o número de agências fechadas deve aumentar. Devemos intensificar a mobilização”, disse o coordenador do Sindicato dos Bancários do estado, Jessé Alvarenga.

Ao todo, 219 agências de   bancos  públicos ficaram fechados: 74 da Caixa, 70 do Banestes, 74 do Banco do Brasil e uma do Banco do Nordeste do Brasil (BNB), em São Mateus. Entre os   bancos  privados, são 42 agências fechadas: 8 do Santander, 15 do Itaú, cinco do HSBC, 13 do Bradesco e uma do Safra.

 

Como agir na greve

O primeiro passo é ligar para a agência na qual possui conta para saber se ela aderiu à greve. Se a resposta for positiva, entre em contato com o banco e descubra qual é a agência mais próxima que poderá atendê-lo.


Valores

O mesmo vale para quem tem dinheiro a receber diretamente na “boca do caixa”. Valores menores podem ser sacados nos terminais eletrônicos.

Pagamentos Telefone e internet

O consumidor pode efetuar o pagamento de suas contas pelo telefone, internet ou caixas eletrônicos. É importante não deixar de solicitar algum documento que possa comprovar o pagamento. No caso da internet, o comprovante pode ser impresso. Pelo telefone, o consumidor deve anotar o número do protocolo.

Lotéricas e supermercados

Contas de serviços públicos, como água, luz e telefone não precisam necessariamente ser pagas nos  bancos. Há opção também das casas lotéricas e de alguns supermercados.

Fornecedor

Caso o pagamento por nenhuma dessas alternativas seja possível, o consumidor deve entrar e contato com o fornecedor para checar se existem outras maneiras de quitar a conta ou até mesmo se a data de vencimento não pode ser prolongada.

Recibo

Caso o pagamento seja realizado diretamente com a empresa, é importante que o cliente exija um recibo.

Multas e juros

Como a greve não é de responsabilidade do fornecedor nem do consumidor, não podem ser impostas penalidades, como multa e juros, no caso do atraso do pagamento.

Precaução

Mas, diante da previsão de greve, a recomendação é que o consumidor se programe para realizar o pagamento, de preferência, antes mesmo da data de vencimento da conta.


Principais reivindicações:

- Reajuste salarial de 16%. (incluindo reposição da inflação mais 5,7% de aumento real)

- PLR: 3 salários mais R$7.246,82

- Piso: R$3.299,66 (equivalente ao salário mínimo do Dieese em valores de junho último).

- Vales alimentação, refeição, 13ª cesta e auxílio-creche/babá: R$788,00 ao mês para cada (salário mínimo nacional).

- Melhores condições de trabalho com o fim do assédio moral que adoecem os bancários.

- Emprego: fim das demissões, mais contratações, fim da rotatividade e combate às terceirizações diante dos riscos de aprovação do PLC 30/15 no Senado Federal, além da ratificação da Convenção 158 da OIT, que coíbe dispensas imotivadas.

- Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS) para todos os bancários.

- Auxílio-educação: pagamento para graduação e pós.

- Prevenção contra assaltos e sequestros: permanência de dois vigilantes por andar nas agências e pontos de serviços bancários, conforme legislação. Instalação de portas giratórias com detector de metais na entrada das áreas de autoatendimento e biombos


Fonte: G1ES

Da Redação Multimídia

Departamento de Jornalismo
(com informações: G1ES)
Kairós FM

 voltar  |  topo  |  imprimir

 
Ao vivo Cio da Terra com Rosy Oliveira das 17:00 às 18:00
  • 1 . Maiara e Maraisa - Bengala e Crochê
  • 2 . Jorge e Mateus - Contrato
  • 3 . Kell Smith - Era Uma Vez
  • 4 . Dom Paulo Bosi Dal´Bó - São Mateus (Hino do Jubileu Diocesano)
  • 5 . Solange Almeida (Part. Wesley Safadão) - Se É Pra Gente Ficar
 

De onde você ouve a rádio Kairós?

Resultado Parcial